homem olhando para um painel de ideias

3 dicas contábeis sobre como funciona uma franquia!

Abrir o próprio negócio pode ser uma grande oportunidade para muitas pessoas. Porém, algumas delas nem sempre têm uma ideia de negócio ideal para empreender ou têm receio de começar uma empresa do zero. É por motivos como esses que muita gente busca saber como funciona uma franquia.

Franchising é uma opção de negócio para empreender com mais segurança. O empreendedor já começa o negócio com a experiência e a força da marca da franqueadora, que geralmente ainda dá todo o suporte para o franqueado alcançar o sucesso nas vendas.

Um dos pontos importantes para quem quer abrir uma franquia é saber como funciona a contabilidade nesse tipo de negócio. Afinal, como qualquer empresa, a franquia também precisa manter sua situação regularizada com os órgãos públicos, registrar suas movimentações de patrimônio e prestar contas ao governo.

No artigo abaixo, selecionamos as informações mais relevantes para que você compreenda como funciona uma franquia e algumas dicas para realizar a gestão contábil nesse tipo de empresa. Acompanhe!

botão indicando para contabilidade online

Como funciona uma franquia?

As franquias são bastante comuns no mundo dos negócios. Segundo um levantamento de 2018 da Associação Brasileira de Franchising, existem 2.877 redes de franquias e 153.704 unidades franqueadas no Brasil.

Você mesmo já deve ter adquirido produtos de franquias, como McDonald’s, Hering, Localiza e Cacau Show. Essas marcas são bastante conhecidas, mas o modelo pode ser aplicado em negócios dos mais variados portes e segmentos.

O modelo de franquia funciona assim: uma empresa disponibiliza sua marca e estrutura para que os franqueados abram aquele negócio na sua região. Para ter esse direito, o franqueado geralmente deve pagar uma taxa de franquia e uma mensalidade, que pode variar conforme o volume de faturamento ― mas essas definições mudam conforme a empresa e precisam ser definidas em contrato.

As vantagens para a franqueadora são: aumentar a capilaridade do seu negócio, fortalecer a sua marca – que se expande para muito mais clientes – e diversificar as suas fontes de receitas. Para os empreendedores, a vantagem é não começar um negócio do zero: eles já têm uma marca forte, uma estrutura básica, um modelo de negócio validado e o suporte da franqueadora.

Como fazer a gestão contábil em uma franquia? Veja 3 dicas essenciais

homem pesquisando no notebook sobre como funciona uma franquia
É importante que você saiba como funciona uma franquia para ficar por dentro das questões contábeis desse tipo de negócio

Agora que você já sabe como funciona uma franquia, vamos entender melhor como cuidar da contabilidade desse tipo de empresa.

Em geral, os conceitos, normas e orientações da contabilidade para franquias são iguais às empresas tradicionais. Porém, com um modelo de negócio diferente, as franquias naturalmente demandam alguns cuidados específicos. Existem aspectos contábeis diferenciados sobre a legislação societária, fiscal e contábil, a folha de pagamento e a contabilização dos registros.

A seguir, veja as nossas principais dicas de como fazer a contabilidade para franquias corretamente:

1- Escolha o enquadramento tributário adequado

A franquia tem uma pessoa jurídica diferente da franqueadora. Então, o processo de abertura do negócio e a escolha do enquadramento jurídico e tributário são responsabilidades do franqueado. Por isso, ele deve saber tomar essas decisões, que podem reduzir a carga tributária e ajudar na sustentabilidade do seu negócio.

Quanto à natureza jurídica, a franquia pode optar por empresa individual, sociedade empresarial limitada (o mais usado no Brasil atualmente) ou EIRELI. Em relação ao enquadramento jurídico, há o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido.

2- Mantenha a organização financeira

As unidades costumam receber treinamentos e orientações da franqueadora para gerenciar o negócio. Porém, embora o suporte ajude bastante, é o empresário da franquia quem se responsabilidade pela gestão financeira, fiscal e contábil da empresa.

Por isso, é importante cuidar das finanças e movimentações do negócio para cumprir as obrigações contábeis, pagar os impostos devidamente, prestar contas ao governo e tomar decisões corretas. Para ter uma organização financeira, é preciso manter em dia as três principais demonstrações contábeis: fluxo de caixa, DRE e balanço patrimonial.

3- Tenha um contador ao seu lado

Desde a abertura do negócio até o envio de informações para a Receita, a empresa precisa da contabilidade. Porém, geralmente os empreendedores não têm conhecimento nem tempo para se dedicar à área contábil. Além disso, a presença de um contador é obrigatória para assinar determinadas declarações.

Por isso o papel do contador é tão importante. Ele tem o conhecimento técnico para realizar as atividades contábeis e orientar sobre o enquadramento e o pagamento de tributos. Dessa maneira, ele é capaz de evitar erros nos registros e a inadimplência do negócio, reduzir a carga tributária e os riscos de ações trabalhistas, além de auxiliar na organização financeira.

Agora que você já sabe como funciona uma franquia e quais cuidados precisa ter com a contabilidade, pode pensar com mais segurança a respeito desse tipo de negócio.  Para isso, é importante escolher uma franquia com boa reputação no mercado, dentro de uma área com a qual você se identifique e com valores que caibam no seu bolso.

Quando você abrir seu negócio, saiba que pode contar com a contabilidade online e a equipe de contadores da Contabilivre para fazer a gestão contábil do seu negócio.

botão indicando o contato da contabilivre