empreendedorismo e contabilidade

Empreendedorismo e contabilidade: veja como o serviço pode ajudar o seu negócio

O início de um novo negócio vem repleto de desafios: atendimento ao cliente, manter seu serviço e/ou produto, além das preocupações administrativas financeiras. A margem de lucro e burocracias do setor também se tornam motivos de noites mal dormidas. E é nesse momento que empreendedorismo e contabilidade precisam andar juntos!

Diante dos desafios iniciais para seu negócio funcionar, o apoio da contabilidade é um pilar fundamental. Além disso, nada como quem entende e te ajuda no crescimento do seu negócio, não é?

Pensando em te mostrar a importância do serviço na rotina da sua empresa, preparamos um conteúdo exclusivo para ajudar o seu negócio!

Meu negócio precisa de contabilidade?

Com exceção de MEIs, a contabilidade é um serviço obrigatório em todas as empresas, uma vez que o cumprimento das obrigações tributárias é essencial para que seu negócio cumpra a lei e se mantenha em situação regular junto ao Fisco

E, caso não aconteça, a pendência pode ocasionar inadimplência e, consequentemente, multas para o seu negócio.

Por isso, contratar um serviço contábil qualificado para essa função é de muita importância, assim, seu empreendimento terá um crescimento saudável e se manterá juridicamente legal

Além disso, alguns documentos contábeis como balanços e balancetes devem, obrigatoriamente, ser registrados pelo conselho da classe. Imagina dever um documento obrigatório por não ter um contador?

Vale lembrar que as empresas podem optar por contratar contadores ou escritórios de contabilidade para auxiliar no cumprimento das obrigações.

Não quer passar por isso? Conheça a Contabilivre e descubra como podemos te ajudar!

botão para contato da home do site

Qual a função da contabilidade?

Indiferente do tamanho do seu negócio, sua empresa precisa prestar contas ao governo. Além dos impostos, alguns documentos e informações são necessários para que você mantenha seu empreendimento de portas abertas. 

Auditoria, seguro, previdência e controladoria também são algumas das funções que englobam os serviços contábeis. Para entender melhor como a contabilidade pode auxiliar  o seu negócio, separamos alguns serviços desempenhados.

Empreendedorismo e contabilidade: como o serviço pode ajudar o meu negócio?

Além de deixar o seu negócio regularizado, a contabilidade faz com que sua empresa esteja mais segura e eficiente. Com exceção dos Microempreendedores Individuais (MEI), sua empresa precisa do serviço de contabilidade e, agora, listamos os porquês. 

empreendedorismo e contabilidade
O serviço de contabilidade auxilia a rotina fiscal e administrativa de uma empresa

Abertura da empresa

Até mesmo para abrir o seu negócio você precisará do auxílio dos serviços contábeis. Isso porque o processo para abertura de empresa envolve detalhes, como definição do porte,  capital social, CNAEs, regime de tributação e registro na junta comercial.

E além da contabilidade ajudar você a escolher essas particularidades, o serviço contábil providencia os documentos necessários para você abrir sua empresa. 

Gestão e planejamento financeiro

A rotina contábil de uma empresa engloba análises financeiras que envolvem realização de balanços, demonstração de resultados, controle de caixa, margem de lucro e administração de bens.

A partir de relatórios, o contador administra todas essas informações, que não são apenas para exigências legais, mas também essenciais para o futuro da empresa.

O apoio de um contador é imprescindível para a saúde financeira da sua empresa. Saiba como a Contabilivre pode te ajudar!

Equilíbrio financeiro

Com cálculos mais confiáveis dos pagamentos e obrigações da empresa, junto ao acompanhamento da margem de lucro, sua empresa pode manter uma saúde financeira muito mais equilibrada, podendo ter perspectivas de crescimento e estabilidade para momentos de crise. 

Regime de tributação para pequenas empresas

Toda empresa precisa pagar impostos para manter o negócio legalizado. MEs e EPPs podem optar por três regimes de tributação, são eles Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real. 

O Simples Nacional é administrado pela Receita Federal, mais o ICMS e o ISS e norteado por leis vigentes desde 2007. Esse regime tributário simplifica a apuração dos valores e recolhe através de uma única guia

Mas, mesmo que seja um regime tributário de facilitação, a necessidade de avaliação de alíquota de impostos, a partir da atividade da sua empresa ainda é necessária. E aqui o seu parceiro contador pode te ajudar!

Já o Lucro Presumido, como o nome indica, é determinado pelo percentual da margem de lucro presumida definido pela legislação. Nessa opção, os impostos são recolhidos em guias individuais, tornando a arrecadação mais complexa do que o Simples Nacional, por exemplo. 

Temos também o Lucro Real, que apesar de ser um regime mais complexo, dependendo do cenário da sua empresa, nele, seu negócio pode acabar pagando um valor total menor referente aos impostos devido a sua configuração

Atenção! Para a sua empresa optar pelo Simples Nacional, é necessário consultar se sua atividade é permitida e se seu negócio tem o faturamento teto. Hoje, ainda existem algumas restrições e modelos empresariais que impossibilita a inclusão no regime.

Como escolher o melhor regime de tributação

O uso da contabilidade para auxiliar na escolha do melhor regime tributário da sua empresa é fundamental, isso porque o contador realiza uma análise tributária. A pesquisa consiste em cálculos de faturamentos, obrigações fiscais e despesas.

Com isso, o profissional consegue identificar em qual regime o seu negócio paga um valor total de impostos menor, ou seja, juntos, vocês podem optar pelo modelo mais vantajoso. 

Precisa do apoio de um consultor para identificar qual o melhor regime tributário para sua empresa? Clique aqui e saiba mais!

Obrigações fiscais para pequenas empresas 

A rotina fiscal de uma empresa engloba uma série de obrigações fiscais. Se você está empreendendo e começando o seu negócio, a contabilidade deve ser sua preocupação. Por isso, listamos as principais obrigações fiscais para pequenos negócios.

  • ICMS

O ICMS é o imposto correspondente à circulação de mercadorias e prestação de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e comunicação. É competência estadual a sua cobrança e instituição de valores. 

  • IRPJ

O Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é uma tributação federal obrigatória a todos que possuem CNPJ ativo, no caso de exceções, consulte seu contador.

  • Contribuição para o PIS/Pasep;

Corresponde a contribuição realizada à Previdência Social, referente ao pagamento do Seguro Desemprego e abono anual.

  • ISS

É o Imposto Sobre Serviços (ISS) que corresponde àqueles que incidem na prestação de serviços realizadas por empresas ou profissionais autônomos e de nível municipal

  • IPI

Uma tributação federal e arrecadado para o tesouro nacional. O Imposto sobre Produtos Industrializados é cobrado a partir do momento que o produto sai da fábrica e abrange produção nacional e importações.

  • COFINS

A Contribuição para o Financiamento da Seguridade Nacional é uma contribuição de nível federal, que incide sobre a receita bruta, que é direcionada à previdência social, saúde e assistência social.

  • CPP

A Contribuição Patronal Previdenciária é outro imposto destinado à previdência social, porém é calculado a partir da remuneração total concedida aos colaboradores. 

  • CSLL

Incidido sobre o lucro líquido, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido é uma tributação federal que antecede o Imposto de Renda.

Como organizar e cumprir todas as obrigações da minha empresa

Empreender não é fácil. Por isso, a organização contábil é um tópico para você se atentar. Algumas rotinas como conciliação bancária, integração em softwares, auditorias, controle em planilhas e desenvolvimento de planejamento das despesas podem te ajudar a tornar esse processo mais fácil.

Reduza os custos e aumente a produtividade contábil da sua empresa contratando um especialista, aposte em um planejamento organizado e com responsáveis pelas demandas fiscais. 

Parece bem difícil, mas a Contabilivre está aqui para te ajudar! Saiba como desburocratizar processos, gerando economia e agilidade com a contabilidade online!

Botão para o site da Contabilivre.
Conheça e faça parte

equipe engajada

Como deixar a equipe engajada? Confira 4 dicas para colocar em prática

Ter uma equipe engajada é fundamental para o sucesso da empresa. Afinal, colaboradores motivados tem uma alta produtividade, possuem objetivos bem estruturados e estão comprometidos em alcançar as metas da organização

Com a competitividade do mercado, mais do que nunca, o comprometimento e as atitudes dos colaboradores estão ligados ao crescimento da empresa. Mas sabemos que manter os talentos motivados nem sempre é uma tarefa fácil e isso pode ser um desafio para as lideranças.

Por isso, a Contabilivre preparou um conteúdo com dicas para que as lideranças da empresa consigam deixar sua equipe engajada. Acompanhe! 

Como deixar a equipe engajada? 

O ser humano, naturalmente, quer fazer parte de um propósito. Como podemos perceber, as pessoas se engajam em coisas que têm valor para elas, pode ser uma causa social, por exemplo, ou um projeto pessoal. 

O engajamento está relacionado à intensidade em que os colaboradores estão envolvidos e entusiasmados com as atividades profissionais desempenhadas dentro de uma organização. É importante entender que essa relação é emocional e, para conseguir comprometer as pessoas, é preciso mexer com a emoção delas

Sendo assim, se você quer que seus colaboradores se comprometam e permaneçam motivados, é preciso, antes de mais nada, oferecer uma missão na qual sua equipe possa fazer parte da transformação e se sentir realizada com as conquistas alcançadas.

Para se manter motivado, o colaborador deve encontrar, na organização, um projeto com oportunidade de crescimento, com missão e objetivos definidos para que, assim, o trabalho possa ser feito com compromisso. 

Mas como conseguir tudo isso? Confira alguns insights que podem te ajudar! 

Defina a missão e os objetivos da sua empresa 

Você já parou para pensar quais as causas que a sua organização defende? Empresas de todos os portes, especialmente as que estão nascendo ou micro e pequenas, precisam definir a missão e os objetivos. 

Isso porque, com esses pontos estabelecidos, o empreendedor e o colaborador são capazes de entender o papel do seu trabalho na sociedade e no futuro da empresa. Assim, o dono do negócio, além de estruturar a direção estratégica da organização, consegue engajar sua equipe

Como definir a missão e os objetivos da sua empresa?

O primeiro passo para definir a missão e os objetivos da sua empresa é responder às seguintes perguntas

  1. Qual o principal benefício que sua organização oferece ao seu público-alvo? 
  2. Na sua opinião, qual o diferencial competitivo que distingue os serviços ou produtos de outras organizações do seu ramo?
  3. Seus colaboradores se identificam com os interesses da organização? 

Em seguida, elabore uma frase curta que transmita essas respostas. É muito importante que as questões definidas façam parte do dia a dia da organização. 

Outro ponto crucial é que seus colaboradores se identifiquem com a missão e os objetivos da empresa. Tendo em vista que uma equipe caminhando em prol de um mesmo propósito apresenta mais vontade de alcançar os objetivos

E se a sua empresa não apresenta objetivos e missão definidos é muito difícil que os colaboradores entendam o propósito do trabalho. Agora te perguntamos: qual a missão da sua empresa?

equipe engajada
Saiba algumas formas de deixar sua equipe engajada

Valorize seu colaborador 

Valorizar o colaborador vai muito além de oferecer um bom salário, isso é, a empresa precisa investir em seus talentos continuamente. Essa valorização pode ser demonstrada de diversas formas e até elogios depois de um bom trabalho, podem fazer a diferença. Afinal, reconhecer o empenho do colaborador é fundamental para manter a equipe motivada

Realizar eventos de confraternização, treinamentos e palestras motivacionais também são maneiras de valorizar os profissionais. Assim, eles podem ver que a empresa investe neles, e não apenas tira a capacidade de trabalho. E é claro, você pode adaptar as ações de acordo com a realidade e tamanho da sua empresa.

Independente do quadro de funcionários da sua organização, não esqueça de reservar um tempo para agradecer quem colabora diariamente com o seu negócio

Comunicação eficaz 

É muito importante ter em mente a seguinte concepção: você não vai conseguir gerenciar segredos. Para que você consiga envolver sua equipe, mantenha uma comunicação eficaz, sempre se certificando de que os colaboradores entenderam o que você quis informar.

Outro ponto fundamental é conseguir realizar reuniões na medida certa. Em momentos de imprevistos e dificuldades, tente chegar nesses encontros com algumas possíveis soluções para serem debatidas. 

É essencial também criar um espaço no qual eles possam se expressar dando oportunidade para   participarem do diálogo que busca resolver os problemas. É importante que as opiniões deles sejam ouvidas. 

Dessa forma, os profissionais percebem que, de fato, fazem parte da organização. E não se esqueça: um bom líder assume as responsabilidades quando necessário.

Modele os processos do seu negócio

A modelagem de processos é um recurso usado para entender os fluxos de trabalho da empresa. Por meio da atividade, é possível analisar falhas e problemas dos processos organizacionais para, assim, melhorar e simplificar as tarefas dos colaboradores.

Pense bem, quando todas as tarefas estão alinhadas, as demandas são divididas de forma correta, não sobrecarregando nenhum profissional. Além disso, ao modelar os processos, algumas tarefas desnecessárias podem ser eliminadas da rotina operacional, diminuindo, assim, o cansaço físico e mental dos seus colaboradores.

Dessa forma, os profissionais tendem a alcançar melhores níveis de produtividade, podem alinhar metas e ter mais comprometimento no trabalho. 

Importância de uma equipe engajada 

Note que, com colaboradores engajados, o seu negócio pode ir além de fabricar e vender um produto ou disponibilizar um serviço. Mas sim, oferecer soluções aos seus clientes. Para isso, o trabalho precisa ser mais do que uma fonte de renda, precisa ser um local agradável e de realização pessoal e profissional.

Ter uma equipe engajada é ter um time que põe esforço e comprometimento nas ações desempenhadas dentro da organização, independente do tamanho da empresa. Vibra junto aos empresários e “veste a camisa”. 

Sabemos que sozinho não dá para ir muito longe, se você tem uma equipe, não deixe de envolvê-las. Faça os colaboradores trabalharem em prol do mesmo objetivo, descubra como eles podem se identificar com o propósito da organização. 

Quanto maior for o engajamento dos profissionais, maior será o comprometimento com o sucesso da empresa e com os resultados positivos.

Agora que você já sabe como deixar sua equipe engajada e ter sucesso no gerenciamento do seu negócio, aproveite para simplificar a rotina contábil da sua empresa com a Contabilivre! 

botão para contato para o que é previsão de demanda