do lado esquerdo há uma fotografia em que aparece uma pessoa de terno segurando um tablet, deste aparelho sai duas linhas luminosas que se conectam com uma das mãos do homem, do lado direito há um espaço em azul escrito: "o que é fintech? entenda como funciona!"

O que é fintech? Entenda como funciona!

Com as mudanças tecnológicas muitas inovações vieram para aprimorar os processos das empresas, principalmente as do setor financeiro. Estas que aliam a tecnologia e as finanças são chamadas de fintechs e por mais que muitas pessoas estejam familiarizadas com o nome, é comum surgir dúvidas como o que é fintech, como ela funciona e quais são os seus benefícios


As fintechs são muito parecidas com as startups, por isso pode acontecer a confusão entre os termos, que apresentam uma diferença bastante sutil. Para entender a distinção entre eles, podemos utilizar exemplos de negócios que demonstram, também, quais produtos e serviços são oferecidos por cada uma. 

Pensando em te ajudar a diferenciar esses dois tipos de empresas e também te explicar quais são as soluções e benefícios oferecidos pelas fintechs, nós preparamos este artigo exclusivo. Confira!

O que é fintech?

Fintech é o termo utilizado para se referir às startups ou empresas que desenvolvem produtos financeiros e que são totalmente digitais, ou seja, o uso da tecnologia é primordial, sendo a origem do negócio. 

Por isso, elas são empresas chamadas de “nativas digitais”, em outras palavras, os sistemas operacionais são construídos dentro de plataformas digitais

O termo “fintech” é uma junção das palavras em inglês “financial” e “technology”, em tradução livre, tecnologia financeira. 

Portanto, as fintechs são empresas que criam soluções inovadoras para o setor financeiro, um exemplo muito recorrente são os bancos digitais que estão crescendo em números nos últimos anos. 

Mas é importante ressaltar que as fintechs não se restringem apenas aos bancos digitais, esse modelo de negócios vai muito além e oferece diversos serviços/produtos do setor financeiro, utilizando a tecnologia a seu favor.

Para entendermos mais sobre a diversidade de serviços/produtos precisamos compreender como uma fintech funciona. 

Como funciona uma fintech?

De forma resumida, uma fintech funciona utilizando avanços tecnológicos para solucionar problemas ou dores que existem em uma dada atividade tradicional, analógica e que envolve finanças.

Então, podemos entender que o serviços/produtos precisa ter uma junção do setor financeiro com a tecnologia para que possamos classificar uma empresa como fintech. 

Além dos bancos digitais, há outras empresas que podem ser classificadas como fintechs. Confira abaixo alguns exemplos.

  • Corretoras de investimentos;
  • plataformas de pagamento via meio digital, utilizando o pix;
  • plataformas de gestão financeira;
  • sites de financiamento coletivo;
  • plataformas de contabilidade online;
  • entre outros.

Exemplos de fintechs brasileiras

No Brasil, as fintechs começaram a despontar por volta de 2010, um dos pioneiros foi o GuiaBolso, em 2014. De forma resumida, ele é uma plataforma de controle financeiro que funciona por meio de site e aplicativo, ajudando os brasileiros com o controle de gastos e gestão das finanças pessoais e domésticas. 

A principal ideia da plataforma é auxiliar com o controle do orçamento pessoal de forma prática e totalmente digital, juntando finanças e tecnologia. Os bancos digitais também são exemplos de pioneirismo das fintechs. 

O Nubank, por exemplo, é atualmente uma das principais fintechs brasileiras, da América Latina e também uma das startups mais valiosas do mundo. Mas cuidado para não confundir os termos, fintechs e startups não são sinônimos.  

Diferença entre fintech e startup

Uma startup também é uma empresa que tende à inovação e seu principal objetivo é solucionar um problema utilizando a tecnologia, assim como as fintechs. 

Por isso, podemos dizer que a semelhança entre ambas é utilizar a tecnologia para solucionar problemas que processos analógicos não conseguiam resolver de forma prática. Mas a diferença está, principalmente, no segmento de atuação do mercado. 

Enquanto uma startup pode, de modo geral, atuar em qualquer segmento, as fintechs são exclusivamente voltadas para o mercado financeiro. 

Então, toda fintech é uma startup, pois utiliza a tecnologia para oferecer soluções inovadoras, replicáveis e escaláveis. Por outro lado, não é toda startup que pode ser definida como fintech, pois pode atuar em um segmento de mercado que não é o financeiro. 

Um exemplo de startup que não tem relação com o setor financeiro são os aplicativos de locomoção, como o Uber e 99 taxis. Outro segmento é o de entrega de alimentos, o aplicativo iFood, que você provavelmente já ouviu falar, começou como uma startup. 

pessoas sentadas em uma mesa de madeira clara, da esquerda para a direita há uma mulher negra, uma mulher de origem asiática, um homem branco, de pé há um homem negro e em seguida uma mulher branca. Todos estão trabalhando com notebooks, cadernos e canetas.
Caso você queira saber mais sobre o que é startups, como elas funcionam e como tirar a sua ideia do papel, nós temos um artigo sobre!

De forma geral, algumas das maiores empresas do mundo começaram como uma startup, como a Google, a Netflix, o Spotify, e a grande diferença entre elas é o segmento de mercado. A primeira está voltada para tecnologia e sistema de busca e as outras estão para o entretenimento. Há diversos outros tipos de segmentos, confira abaixo os possíveis segmentos de startups: 

  • Lawtech ou Legaltech são startups que oferecem produtos tecnológicos para a área jurídica;
  • Edtech, para a área da educação;
  • Foodtech são voltadas para o setor alimentício;
  • Proptech ou Imobtech é o setor imobiliário e
  • Fintech, o setor financeiro. 

Os benefícios das fintechs

As fintechs proporcionam diversos benefícios como agilidade, desburocratização, economia e soluções personalizadas. Para ser ágil, a empresa utiliza o meio digital e online para oferecer serviços/produtos para as pessoas físicas e jurídicas.

Os processos são desburocratizados, principalmente porque a maioria dos problemas são resolvidos de forma prática e simples, utilizando a internet para conectar a fintech e seus clientes.

Por exemplo, atualmente não é mais preciso ir a uma agência bancária para abrir conta para uma pessoa jurídica (PJ). Isto pode ser resolvido de forma fácil e prática por meio do aplicativo dos bancos digitais.

A abertura de conta para PJ, atualmente, não tem tarifas de manutenção, o que pode resultar em economia para o empreendedor, uma vez que os custos com a aquisição do serviço das fintechs são bastante reduzidos.

Há também a personalização, ou seja, no momento de entregar o serviços/ produtos é possível oferecer exatamente aquilo que o cliente precisa. Isto acontece porque há uma preocupação e foco voltados totalmente para o usuário/cliente. 


Assim, as fintechs têm o potencial de atender as mais variadas demandas. Pois, ao conhecer as necessidades dos clientes, elas conseguem oferecer serviços/produtos. Ou seja, em outras palavras, soluções tecnológicas e personalizadas sem burocracias, com agilidade e economia.

Exemplos de serviços/produtos das fintechs

Como vimos até aqui, as fintechs oferecem diferenciais ao aliar tecnologia, finanças e evitar burocracias, satisfazendo seus clientes. Mas quais são os exemplos de serviços/produtos e soluções que elas oferecem? 

Há uma variedade de serviços/produtos que aliam a tecnologia e o setor financeiro e conseguem desburocratizar processos que antes demoravam muito tempo. Confira alguns exemplos. 

  • Cartão de crédito sem anuidade;
  • maiores possibilidades de obtenção de empréstimos;
  • contas bancárias online;
  • gestão financeira; 
  • e controle da contabilidade empresarial. 

Como citamos, o controle da contabilidade empresarial é uma das soluções que uma fintech pode oferecer. Para entendermos como a contabilidade no modelo de fintech funciona e seus benefícios, explicamos abaixo.

Conheça a contabilidade online

Como já mencionamos, a tecnologia mudou as finanças e revolucionou o mercado, ao proporcionar mudanças e espaço para que empresas inovadoras ofereçam serviços/produtos de qualidade para seus clientes. Com a contabilidade não foi diferente.

Existem empresas no mercado, que são fintechs, e oferecem serviços de contabilidade online. Essa prestação de serviços já é uma realidade que muitos negócios adotaram, pois perceberam que podem agilizar processos e economizar tempo e dinheiro. 

A Contabilivre é um escritório de contabilidade online que oferece um atendimento eficiente e humanizado, com  uma plataforma amigável e intuitiva, desenvolvida para otimizar e descomplicar a rotina contábil e fiscal da sua empresa. Isso  permite que você desloque tempo para as estratégias do seu negócio, buscando a evolução dele. 

Nós oferecemos um atendimento especializado, com profissionais capacitados e proativos para atender às suas necessidades e dúvidas. Caso deseje falar com os nossos especialistas clique no botão abaixo.