CLT ou PJ: qual: o que vale mais a pena para sua carreira?

CLT ou PJ: o que vale mais a pena para sua carreira?

A dúvida entre empreender ou fazer parte de uma empresa é uma preocupação de diversas pessoas. Entender se o seu perfil é mais adequado para CLT ou PJ demanda uma boa análise de suas habilidades, expectativas e desejos para o longo prazo. Para tomar uma decisão ainda mais consciente, vale conhecer quais as principais diferenças entre essas duas modalidades.

Ao entender quais as vantagens e os desafios de cada formato, você consegue se preparar de maneira adequada para desenvolver seu próprio negócio ou seguir para a composição do quadro de funcionários de alguma corporação. Se você ainda não sabe qual a melhor opção para sua vida, continue a leitura e confira nossas recomendações!

CLT ou PJ: quais são as diferenças?

Existem várias diferenças entre trabalhar como CLT e como PJ. Entender tais distinções pode ajudá-lo a compreender o que é melhor para você e direcionar sua carreira para um lugar que lhe proporciona mais felicidade e qualidade de vida. Veja mais abaixo!

Estrutura de trabalho

Há várias distinções na estrutura legal de trabalho entre CLT e PJ. Por exemplo, o primeiro tem registro na carteira de trabalho e forma vínculo com uma empresa, como funcionário, sendo necessário trabalhar uma carga horária estabelecida e prevista na constituição federal.  

Já quem opta por ser PJ pode prestar serviços para diversas empresas, porém, sem vínculo empregatício. Ou seja, há uma flexibilidade de horário, e na contratação da pessoa jurídica a atividade e o tempo são estabelecidos em contrato de prestação de serviço, na grande maioria.  

Tributação

Em ambas as possibilidades existem formas de tributação. Um funcionário CLT pode representar um custo muito alto para uma empresa, o que, por sua vez, acaba reduzindo a oferta de empregos. E o funcionário por sua vez, tem alguns descontos em seu salário referentes ao INSS e ao Imposto de Renda, desta forma o valor recebido é sempre menor que o salário registrado em carteira

Dessa forma, a prestação de serviços como PJ surge como uma alternativa. Neste modelo, o profissional como prestador de serviço deve pagar impostos, que variam de acordo com atividade e porte da empresa. Porém, com o suporte de um contador é possível descomplicar essa questão.

Estabilidade

Nesse quesito, pode parecer vantajoso ser CLT, porém, você depende da decisão de outra pessoa para se manter no emprego. Pessoas que trabalham nessa modalidade têm direitos assegurados, como férias, FGTS, INSS e outros, mas também possuem vários descontos que corroem o salário.

Já as pessoas que optam em atuar como PJ não apresentam tais direitos, exceto a contribuição ao INSS, tampouco os descontos que reduzem os ganhos. Além disso, com um bom planejamento financeiro e empresarial é possível garantir estabilidade e segurança em relação ao dinheiro para o dia a dia. 

Oportunidades de crescimento

Em ambos os casos há oportunidades. Enquanto CLT, você tem a chance de desenvolver um boa carreira na empresa em que está trabalhando, almejando novos cargos e salários. Porém, vai exigir, caso esta oportunidade seja conquistada, uma entrega maior com cobranças mais frequentes. 

Como prestador de serviços, é possível atender a diversos clientes e fazer seus ganhos aumentarem de forma significativa. Com um bom planejamento e determinação, é possível  se dar muito bem como PJ. Além disso, o número de contratações via B2B tem crescido de forma interessante e aproveitar esse cenário é uma ótima oportunidade.

Habilidade de liderança

Enquanto CLT, suas chances de liderar estão na possibilidade de ganhar um cargo como gerente ou líder de uma equipe. E isso vai depender muito se a empresa em que trabalha oferece plano de carreira e claro do seu desempenho e objetivos. 

Como PJ, você é o seu próprio líder e gestor. Nesse sentido, a responsabilidade de planejar sua aposentadoria e fazer a empresa crescer é sua. Porém, com o suporte de um contador e com um bom planejamento, isso pode ser simplificado. Além disso, oferecendo um serviço de qualidade, as chances de crescer seu negócio são muito positivas.

Quais são as vantagens do contrato CLT?

Como falamos anteriormente, a contratação CLT é representada pelo vínculo entre o profissional e a empresa contratante. Por esse motivo, a lei garante diversas proteções e direitos para esse modelo.

Nesse cenário, o trabalhador é remunerado em férias, tem 13º salário e caso seja desligado da empresa pode contar com o seguro desemprego, por exemplo. O horário de trabalho também fica limitado à jornada de prevista em lei ou alocação em turnos de acordo com a profissão.

Quais são as vantagens de ser PJ?

A capacidade de empreender está presente em cada brasileiro. Por meio da observação do seu mercado, você pode entender qual necessidade não é satisfeita e desenvolver um produto ou serviço que resolva tal problema. Esse tipo de plano representa o primeiro passo para a criação de um negócio de sucesso.

A motivação em resolver uma dor do seu público também é fonte de grande satisfação para o empreendedor, que consegue criar por meio do seu trabalho as soluções que os clientes necessitam.

Além disso, a liberdade financeira e a flexibilidade de horários não devem ser desconsideradas. Saber que você tem autonomia para trabalhar conforme suas necessidades e se ausentar sem ter de solicitar permissão, representa um nível de autonomia a e poucas pessoas têm acesso.

Como a Contabilivre pode ajudar?

Para quem se identifica com a vida empreendedora e com os desafios que ela apresenta, a Contabilivre pode tornar a sua vida ainda mais fácil, oferecendo um pacote de soluções para questões contábeis, fiscais e de controle, totalmente online e descomplicadas.

Assim, você precisa apenas se concentrar na condução do seu negócio e na melhoria dos serviços para os clientes, deixando de lado todas as atividades burocráticas relacionadas com o pagamento de impostos. Aliar esses benefícios com a facilidade que o atendimento online oferece, permite que você tenha mais controle e segurança na sua rotina empresarial.

Por fim, decidir entre CLT ou PJ é uma questão muito pessoal, mas agora você já sabe como cada um funciona e está apto para tomar a sua decisão com segurança.

Agora se decidiu ser PJ e quer começar a trilhar a sua jornada como empreendedor? Então, entre em contato agora mesmo e veja como a Contabilivre pode ajudá-lo!

como calcular o custo de um funcionário

Como calcular o custo de um funcionário

Realizar a gestão de uma empresa não é nada fácil. Esse é um desafio apenas para os fortes, já que envolve muitos aspectos que não podem deixar de ser considerados quando o assunto é a construção de uma empresa de sucesso. Um deles é a importância de saber como calcular o custo de um funcionário.

O processo de contratação da equipe perfeita é iniciado bem antes da seleção dos funcionários. Ele começa na organização das finanças e na determinação dos custos envolvidos com a manutenção daquele profissional.

E então, que tal conhecer um pouco mais sobre a importância desse processo? Continue a leitura para descobrir quais são os principais gastos envolvidos com a contratação de um novo membro da equipe, além de conhecer também a importância desse passo no dia a dia da sua empresa!

Qual é a importância de saber os custos de um funcionário?

Assim como em qualquer área da nossa vida, a gestão financeira das empresas é algo imprescindível para a sua sobrevivência. Afinal, esse dinheiro será responsável por cobrir os gastos de manutenção do seu negócio e também por fazê-lo crescer, a partir de investimentos.

A contratação de um colaborador é sempre um investimento. Por isso, é fundamental que essa decisão seja tomada de maneira consciente, com a consideração do orçamento planejado.

Quanto custa um funcionário para uma empresa?

Sabemos que os colaboradores de uma empresa são fundamentais para a sua construção, participando no dia a dia dos negócios e doando o seu tempo e qualificação em busca dos resultados esperados e, claro, do reconhecimento do negócio e/ou marca.

Sendo assim, responder à pergunta do título é algo um pouco complicado. Afinal, estamos falando sobre um conceito subjetivo. Devemos, também, salientar que há uma grande diferença entre os termos “custo” e “valor”. O primeiro, normalmente, se refere à um gasto. O segundo nos fala sobre investimentos.

  • Algumas das características que fazem um colaborador ser um investimento para a empresa são:
  •  qualificação (cursos feitos por ele, experiência anterior, boas referências, entre outros);
  • exclusividade (o fato do profissional ser essencial para a realização daquele serviço);
  • competências (alguns profissionais são extremamente preparados, dominando soft e hard skills como ninguém).

Entre outros!

Por isso, é fundamental que os colaboradores sejam valorizados em suas remunerações, na oferta de benefícios e também no tratamento oferecido a cada um deles. Não se esqueça de que eles, assim como você, batalharam muito para chegar onde chegaram!

Como calcular o custo de um funcionário?

Quais são os valores atrelados à contratação de um profissional? Eles vão bem além da remuneração mensal! Continue a leitura e descubra quais são alguns dos principais.

Férias

As férias, oferecidas normalmente uma vez por ano, geram encargos de cerca de 11% para a empresa. Elas são um direito garantido aos trabalhadores de qualquer área, desde que atuem no regime CLT.

13º salário

Ainda falando sobre o CLT, o funcionário tem direito ao 13º salário, normalmente pago ao final de cada ano vigente. O valor pago é de uma remuneração extra. Os encargos, nesse caso, são de cerca de 8%.

FGTS

Com encargos de 8%, o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é outro direito garantido aos trabalhadores do regime CLT.

Multa para rescisão

Além do FGTS, o empresário precisa arcar com multas de rescisão, caso o funcionário se desligue da empresa. Os cálculos para esses valores envolvem uma série de detalhes, já que é preciso levar em consideração o tempo de serviço, a remuneração e os outros direitos adquiridos pelo profissional.

Treinamentos

Uma das principais características das empresas de sucesso é a sua preocupação com a qualificação e atualização dos membros da sua equipe. Sendo assim, é de suma importância que o gestor invista em treinamentos frequentes, que também devem fazer parte dos cálculos de custo.

Benefícios ofertados

Além disso, é importante também levar em consideração o cálculo dos benefícios, como vale transporte, vale refeição, planos de saúde e muitos outros. Lembrando que a oferta desses serviços é uma importante ferramenta para a retenção de talentos, engajamento da equipe e, consequentemente, a redução dos custos com funcionários.

Folgas

As folgas são outro direito dos trabalhadores. No caso de funcionários que trabalham no dia de folga, há um cálculo específico de adicional além do valor que ele normalmente recebe por hora trabalhada.

Esses são apenas alguns exemplos de cálculos que devem ser feitos. Todos são bem complexos e com muitas variantes.

Como fazer a gestão de folha de pagamento tendo funcionários?

Com tantas informações, fica o questionamento: afinal, como fazer uma boa gestão da folha de pagamento? Essa é, novamente, uma pergunta que pode ter muitas respostas diferentes.

No entanto, a mais prática e realista de todas é: conte com ajuda especializada. Estamos falando sobre um processo muito complexo e que envolve o conhecimento sobre muitas áreas, algo que induz ao erro aqueles que não têm muita experiência no assunto.

E qual é o problema de errar nessas questões? A ineficiência do cálculo pode gerar sérios problemas para a empresa com a Justiça do Trabalho, além de prejudicar as finanças e o funcionamento dos processos internos do empreendimento.

Por isso, é sempre melhor prevenir do que remediar! Que tal contar com a ajuda na Contabilivre? Somos uma empresa altamente especializada no assunto, além de tratar da contabilidade de maneira digital, aliando a tecnologia à tradição nesses processos.

Alguns dos nossos diferenciais são:

  • atendimento personalizado e humanizado, com pessoas de verdade (não somos robôs!);
  • atendemos cidades de várias regiões do Brasil;
  • suporte completamente online;
  •  segurança e privacidade;
  •  redução dos custos da sua empresa com a contabilidade;
  • gama variada de serviços, todos com o objetivo de atendê-lo da melhor forma possível.

Como podemos observar, saber como calcular o custo de um funcionário é algo imprescindível para os negócios. Além de evitar problemas com a gestão, esse processo também otimiza a valorização do profissional. É, portanto, essencial para todos os que estão envolvidos na empresa!

Está pronto para levar essa teoria para a prática na sua empresa? Então, conheça melhor os serviços da Contabilivre e comece a trabalhar com a gente! Assim, a sua rotina será descomplicada e os resultados obtidos nos seus negócios se tornarão muito mais satisfatórios.